Acerca da Minha Terra
Área de Associados

Desenvolvimento Rural no Conselho de Março de 2005

Mar. 2005

O Conselho "Agricultura e Pesca", em reunião em Bruxelas a 14 de Março, sob a Presidência de Fernand Boden (Luxemburgo) debruçou-se sobre a questão do apoio ao desenvolvimento rural pelo FEADER.

O Conselho realizou um debate de orientação sobre a proposta apresentada em Julho de 2004 relativa à criação do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER) (11495/04). O debate sobre o desenvolvimento rural, organizado em torno dum questionário da Presidência, incidiu sobre as taxas mínimas de despesas propostas por eixo de desenvolvimento rural (15%, 25% e 15%, ou seja, um total de 55% para os 3 eixos), sobre a taxa mínima para o eixo LEADER (7%), bem como sobre a utilização da reserva LEADER (3%).

O Conselho analisou também em paralelo o documento (6956/05) da Comissão sobre as orientações estratégicas do desenvolvimento rural para o período de 2007 a 2013. A análise permitiu que os ministros apresentassem ideias e sugestões na matéria. Este documento preparatório destaca as prioridades e os objectivos em matéria de desenvolvimento rural para este período e deve ser considerado no contexto das estratégias de Lisboa e de Göteborg.

Relativamente ao esboço de orientações estratégicas, o Conselho forneceu ideias e sugestões à Comissão que serão úteis para a finalização dos trabalhos relativos às orientações estratégicas, nomeadamente a necessidade de respeitar o princípio de subsidiariedade. Duma maneira geral, se uma maioria de delegações fez uma apreciação favorável sobre as linhas mestras desta estratégia, várias delegações mostraram-se receosas quanto ao conteúdo, considerado demasiado rígido e sem deixar suficiente margem de manobra aos Estados-Membros. Quanto à forma do documento, várias delegações gostariam nomeadamente que fosse retomado no texto o modelo europeu de agricultura multifuncional definido durante a Presidência luxemburguesa em 1997. O Conselho terá oportunidade para voltar a debruçar-se sobre o assunto numa futura sessão, assim que a Comissão apresentar uma proposta, esperada para Junho, sobre as referidas orientações.

Relativamente ao questionário sobre as taxas mínimas e a reserva de 3%, o Conselho pôde verificar que as posições das delegações pouco mudaram desde o último Conselho sobre este tema, de Novembro de 2004, e que existe uma reticência bastante importante em relação à fixação de taxas mínimas de financiamento obrigatórias para cada um dos eixos. Muitas delegações consideraram que um sistema desse género é, de facto, demasiado rígido e não oferece aos Estados-Membros a flexibilidade apropriada. O Conselho tomou conhecimento que determinadas delegações declararam que não recusam o princípio da fixação de taxas mínimas enquanto tal, mas manifestaram opiniões diferentes quanto às taxas previstas na proposta. A Presidência salientou neste contexto que um compromisso futuro deverá eventualmente prever taxas mínimas mais baixas.

O Conselho pôde verificar, no que se refere à introdução da reserva, que um determinado número de delegações, embora não se oponham à ideia enquanto tal, se interrogam sobre a sua viabilidade. Essas delegações observaram nomeadamente que será difícil planificar as despesas a título dum envelope suplementar que possa estar disponível apenas durante os dois últimos anos do período de programação. Algumas delegações referiram que uma atribuição da reserva unicamente na base do êxito passado dos programas LEADER se fará em detrimento de facto dos novos Estados-Membros da União Europeia. Em contrapartida, uma grande maioria de delegações apoiou a abordagem LEADER, salientando os efeitos dinâmicos dos seus programas sobre o emprego.

Extraído do Comunicado do Conselho "Agricultura e Pesca" de 14 de Março de 2005

Terra Viva 2019

 

I14-TERRAXVIVA.JPG

A 3.ª edição do programa Terra Viva da Antena da TSF deu voz e ouvidos a 54 promotores e promotoras de projetos, beneficiários da Medida LEADER do PDR2020 através dos Grupos de Ação Local do Continente, entre os dias 3 de junho e 9 de julho de 2019.

54 Projetos LEADER 2014-2020

I2-54XPROJETOS.JPG

Repertório de projetos relevantes e replicáveis apoiados no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 elaborado pela Federação Minha Terra.

Cooperação LEADER

Edição da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Federação Minha Terra, publicada no âmbito do projeto “Territórios em Rede II”, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.





Newsletter

ELARD

 
I19-BOTXXOXFMTXPRESIDENCIA.JPG
 

A ELARD, constituída por redes nacionais de desenvolvimento rural, congrega Grupos de Ação Local gestores do LEADER/DLBC de 26 países europeus. A MINHA TERRA foi presidente da ELARD no biénio 2018-2019.

Projetos PDR2020 Apoiados

 
I20-PDRXPT2020XFEADER.JPG
 

Plano de Informação LEADER 2020

Rede LEADER 2020: Qualificar, Cooperar, Comunicar

LEADER DLBC em Portugal e na Europa

JER | Jovem Empresário Rural - Cultivar Ideias, Dinamizar o Espaço Rural

Agricultura Familiar: Conhecimento, Organização e Linhas Estratégicas

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





SICLIK.COM.S8V2.MINHATERRA.PT.4