Jovens Solidários reunem-se em convívio inter-escolas

Jun. 2006

Região Solidária - A hora da controvérsia

Terminada que está a 1ª. Fase do projecto Região Solidária - A Hora da Controvérsia os cerca de 170 alunos participantes, monitores, professores e equipa de projecto deste projecto-piloto reúnem-se dia 16 de Junho de 2006, Sexta-Feira, a partir das 10h30 na Praia Fluvial de Mosteiro em Pedrógão Grande, para um piquenique, espaço de convívio e partilha de experiências. Vai ser um dia de festa, em que todos terão a oportunidade de se conhecerem e de sentirem que fazem parte de um projecto muito especial.

O exercício prático demonstrativo para e com a comunidade escolar?

Região Solidária trata-se de um projecto de cooperação interterritorial, no âmbito do Programa de Iniciativa Comunitária LEADER+, entre oito Associações de Desenvolvimento Local da Beira Litoral. Trata-se de uma iniciativa criada a pensar na promoção de valores como Participação Cívica, Solidariedade e Cidadania. A Hora da Controvérsia é uma acção concretizada pela Dueceira/Programa LEADER+ELOZ nas escolas que integram os concelhos do seu território, no âmbito do projecto Região Solidária.

Trata-se de criar, em cada escola, um espaço para os jovens, dentro do qual estes poderão reflectir e debater ideias, chegando às suas próprias conclusões, sempre em torno do conceito de Solidariedade. Com o apoio de animadores, contratados especialmente para o projecto, e que lhes irão propor alguns jogos e actividades, os jovens poderão falar sobre os temas que os preocupam, dizer o que pensam e o que sentem e apontar ideias e soluções para os problemas do seu dia-a-dia e os das comunidades onde vivem.

Trata-se de uma acção-piloto inserida num projecto-piloto.

PERGUNTAS E RESPOSTAS MAIS FREQUENTES

A quem se destina o projecto?

O projecto destina-se às escolas do 2º. E 3º. Ciclos, Secundárias e Profissionais dos concelhos de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Lousã, Miranda do Corvo, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande e Vila Nova de Poiares

Quantos concelhos e quantas escolas participam no projecto?

Aceitaram participar activamente neste projecto 9 das 12 escolas do nosso território, localizadas em seis dos sete concelhos que integram as terras de Entre LOusã e Zêzere, ou seja, a Escola EB 2 de Figueiró dos Vinhos, a Escola Secundária de Figueiró dos Vinhos, a Escola EB 2,3 da Lousã, a EPL- Escola Profissional da Lousã, a Escola EB 2,3 e Secundária José Falcão de Miranda do Corvo, a Escola Básica Integrada Ferrer Correia do Senhor da Serra em Miranda do Corvo, a ETPZP- Escola Tecnológica e Profissional da Zona do Pinhal de Pedrógão Grande, a EB 2,3 e Secundária Miguel Leitão de Andrada de Pedrógão Grande e a Escola EB 2,3 e Secundária Dr. Daniel de Matos em Vila Nova de Poiares.

Quantos alunos estão directamente envolvidos?

Aproximadamente 180 alunos

Onde e como vai está a ser desenvolvida A Hora da Controvérsia?

Cada escola criou um núcleo com cerca de 20 de jovens, que semanalmente e na maioria das escolas em horário curricular, trabalha em torno de um determinado tema. Ao longo do ano, até meados de Junho de 2006, serão 20 sessões e no final do ano será realizado um grande Espaço Leader+Jovem, para divulgação do projecto e convívio entre todos os participantes.

Todas as actividades do projecto vão ser realizadas no período regular de aulas?

As sessões que propomos são realizadas tanto no período curricular quanto no extra-curricular. Cada escola definiu o seu próprio horário consoante os seus interesses.

Quais os temas abordados nas Sessões?

São 4, os grandes temas dos módulos propostos dentro dos quais se distribuem as 20 sessões. Dentro de cada tema são propostas diferentes actividades e acções concretamente:

Eu

Os chapéus do pensamento

Quebra Gelo

A Hora da Controvérsia

«O meu papel» - O meu primeiro trabalho: ser jovem cidadão solidário

Nós e os Outros

Somos todos diferentes

«Uma Caixa para mudar o Mundo» - Eu posso / Nós podemos mudar o mundo

Nós e a Natureza

Despertar para a Natureza

Dia-a-dia ecológico

Guardiães do Ambiente

Nós e a Sociedade que nos rodeia

Observatório da Solidariedade

Eleitores do futuro

Políticos de amanhã

Escrever o futuro

A nossa voz

Raid cultural

Prémio «Ser Solidário»

E alguns exemplos das actividades propostas? Como decorrem?

Dentro dos temas propostos vão existir várias actividades, que ao longo das sessões irão ser realizadas de uma forma interessante e divertida.

Os jovens participantes terão sempre uma palavra a dizer sobre o modo como as sessões são realizadas e as suas opiniões serão levadas em conta. Algumas sessões serão realizadas fora da escola.

Ao longo do ano serão realizados alguns trabalhos como por exemplo um CD-Rom «Carta Jovem de Compromisso com o Futuro» e uma Carta de Direitos e Deveres do Cidadão Jovem, para distribuir pelas escolas e pelas comunidades.

Na festa final, o Espaço Leader+Jovem, os jovens participantes terão a oportunidade de dar a cara, a voz e a sua própria opinião e apresentar a todos os convidados presentes, o trabalho que fizeram em conjunto (entre políticos, jornalistas, familiares, etc.).

E em que consistiu o Inquérito à Comunidade Jovem que andou a circular pelas escolas?

Foi a primeira acção do projecto, preliminar à realização das sessões. Tratou-se de um Inquérito de opinião para que todos os jovens alunos pudessem manifestar as suas ideias. Quisemos ouvir a opinião de cada um e saber quais os interesses de todos. Com os resultados dos inquéritos poderemos conhecer melhor os nossos jovens e pensar em projectos e iniciativas do seu agrado, bem como proceder à caracterização da nossa comunidade escolar.

E para além das Sessões existe outro tipo de actividades?

Há grupos e escolas que vão acumular actividades.

Por exemplo, a escola EB 2,3 e Secundária Miguel Leitão de Andrada de Pedrógão Grande será a grande responsável pela concepção do Jornal «O Intervalo», órgão de comunicação oficial do projecto Região Solidária - A Hora da Controvérsia, ou seja, competirá a esta Escola a elaboração das reportagens que farão o acompanhamento e divulgação da iniciativa. Esta e mais notícias em http://www.agpedrogao.ccems.pt/jornalonline/

A ETPZP- Escola Tecnológica e Profissional da Zona do Pinhal em Pedrógão Grande, será a Escola responsável pela concepção dos produtos multimédia, ou seja, pelas entrevistas, filmagens e edição dos materiais audiovisuais.

Há outras escolas que farão oficinas e peças de teatro para partilhar com todos no Espaço Leader+Jovem. Algumas Escolas ainda estão a pensar sobre o assunto.

O que se espera deste Projecto?

Esperamos contribuir para que todos juntos possamos fazer um mundo melhor e que no final os jovens participantes possam ter um novo olhar sobre as pessoas, coisas e situações que os rodeiam, enfim, possam vir a ser jovens activos e agentes de mudança nas suas escolas e terras e que se assumam como CIDADÃOS.


Terra Viva 2019


I14-TERRAXVIVA.JPG

A 3.ª edição do programa Terra Viva da Antena da TSF deu voz e ouvidos a 54 promotores e promotoras de projetos, beneficiários da Medida LEADER do PDR2020 através dos Grupos de Ação Local do Continente, entre os dias 3 de junho e 9 de julho de 2019.

ELARD

 

I19-BOTXXOXFMTXPRESIDENCIA.JPG

 

A ELARD, constituída por redes nacionais de desenvolvimento rural, congrega Grupos de Ação Local gestores do LEADER/DLBC de 26 países europeus. A MINHA TERRA foi presidente da ELARD no biénio 2018-2019.

54 Projetos LEADER 2014-2020

 
I2-54XPROJETOS.JPG

Repertório de projetos relevantes e replicáveis apoiados no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 elaborado pela Federação Minha Terra.

Cooperação LEADER


Edição da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Federação Minha Terra, publicada no âmbito do projeto “Territórios em Rede II”, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.






Agenda

Jornadas do Mundo Rural 2024

2024-02-29 a 2024-03-01, Alcoutim

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





[ETAPA RACIONAL ER4WST V:MINHATERRA.PT.5]