Loja Portugal Rural: exposições, campanhas de divulgação e provas

Nov. 2007

Loja Portugal Rural, Lisboa

Outubro e Novembro de 2007

Depois do merecido descanso estival, a Loja Portugal Rural prepara-se para uma «rentrée» em grande, cheia de novidades e actividade. Ao longo do próximo trimestre estão agendadas exposições, campanhas de divulgação e provas.

As comidas, servidas habitualmente na Taberna, vão ser ainda mais diversificadas, de acordo com o gosto dos convidados, que, ao longo de três meses, animarão a iniciativa Tachos e Panelas.

Enólogos, chefes de cozinha, entre eles Helena Fialho, do eborense Fialho, amigos e conhecidos aceitaram a proposta de cozinhar e dar a conhecer os seus dotes gastronómicos a todos os que visitarem o espaço Portugal Rural. A ideia é trocar experiências e sabores e divulgar os «segredos» de chefes de cozinha profissionais e amadores.

Durante este período, será também organizada uma exposição. De 19 de Outubro a 2 de Novembro, Tiago Cabeça e Magda Ventura levarão até Campo de Ourique um pouco da Oficina da Terra, centro de manufactura dos trabalhos desta dupla de artesãos, várias distinguida com prémios e menções honrosas.

Mas as novidades não se ficam por aqui. Em simultâneo com estas exposições, a Loja Portugal Rural organiza a Campanha Alentejo Rural dedicada ao pão e aos produtos tradicionais agro-alimentares alentejanos. A iniciativa incluirá provas e decorrerá durante o mês de Outubro. Em Novembro (de 5 a 10), será a vez dos azeites do Ribatejo Interior serem divulgados com provas de degustação e explicações a todos quantos quiserem conhecer mais sobre esta iguaria mediterrânica.

Para festejar a «rentrée» com todos os clientes e amigos, a Loja Portugal Rural reserva-se o direito de servir «cocktails» em todas as iniciativas programadas.

Uma dupla de sucesso

Tiago Cabeça frequentou o curso de Artes Plásticas da Universidade de Évora. Mas os segredos da arte do barro aprendeu-os com os mestres Orlando Guimarães e António Velho, da Olaria Guimarães/Velho, em S. Pedro do Corval, Reguengos de Monsaraz. Actualmente, esculpe e molda todas as peças da Oficina da Terra, «atelier» criado em 1998 com Magda Ventura, que pinta e finaliza todas as peças da dupla.

A Oficina da Terra ganhou vários prémios e menções honrosas, nomeadamente, o primeiro prémio de Artesanato Contemporâneo FIA 2002, uma menção honrosa na Nacional Bienal de Artesanato Contemporâneo 2003/2005 e o primeiro prémio nacional de Artesanato Contemporâneo 2001/2003. Os trabalhos dos dois artesãos podem ser apreciados e comprados, entre outros, na Loja Portugal Rural, em Lisboa, e na Oficina da Terra, que fica numa das zonas mais nobres da cidade de Évora: o Largo do Município, local de festa, actividade, cultura e movimento permanentes.

Ao sabor do Alentejo

Para abrir o apetite, uma breve amostra dos pitéus servidos numa das mais conhecidas casas eborenses: ovos de codorniz com paio, perdiz à Convento da Cartuxa e encharcada de Mourão. Fundado por Manuel Fialho, em 1948, com a colaboração dos filhos Amor, Gabriel e Manuel, o restaurante Fialho começou por ser uma tasca, mas foi crescendo sempre ao sabor de receitas tradicionais do Alentejo.

No início dos anos 50, já servia petiscos e alguns pratos de comida tradicional alentejana, de confecção simples. Na década de 60 converteu-se em Casa de Pasto, servindo numa base mensal alguns comensais, funcionários públicos e administrativos deslocados em Évora, sendo dessa fase o frango caseiro de churrasco, ao tempo, famoso.

Na década de 70, alargou a qualidade da oferta através da recolha de pratos tradicionais da região, alguns praticamente desaparecidos como a Favada Real de Caça, servida pelo rei D. Carlos aos seus convidados depois das caçadas, a Sopa de Beldroegas, as Migas Gata, a Poejada de Bacalhau, e outros manjares alentejanos. O trabalho feito em prol da defesa e conservação da cozinha regional alentejana mantém-se até hoje.

Entre muitos outros prémios, Gabriel Fialho, actualmente responsável pela cozinha do restaurante, recebeu do rei de Espanha três medalhas de prata como distinção por três pratos confeccionados num jantar em que participaram todos os países da União Europeia. A Academia Portuguesa de Gastronomia conferiu-lhe, por esta razão, o diploma de Melhor Chefe de Cozinha, em 1992.

Exposição Santos Sorrisos

Rita Matias criou, como ela própria diz, «uma nova linguagem para a Arte Sacra». A artesã começou a sua actividade profissional em 2002, foi seleccionada para a final do Concurso Artesanato, organizado pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional, e participou em várias feiras internacionais, nomeadamente em Paris e Milão, e nacionais. Rita Matias é licenciada em Design Industrial pelo IADE, além de ter ingressado na Associação de Joalharia de Autor, no Porto, no curso de Joalharia, formação que prosseguiu na Contacto Directo, em Lisboa. Fez também formação na Cerâmica Adelino, em Mafra. As peças da artesã podem ser adquiridas na Loja Portugal Rural e através do site www.ritamatias.com.

Criada com o objectivo de promover as Regiões, suas gentes e culturas, a ProRegiões é o resultado do esforço colectivo de algumas associações locais que, dispersas no território nacional, sentiram a necessidade de tecer uma rede urbana para dar resposta a problemas do desenvolvimento rural. Desta união nasceu o projecto Loja Portugal Rural, como ponto de encontro entre quem produz nas nossas regiões e aqueles que buscam os objectos e os paladares esquecidos. Neste espaço, a tradição é revivida através da realização de exposições e do contacto com artesãos e produtores agrícolas.

Contactos

Loja Portugal Rural: R. Saraiva de Carvalho, 115 (Campo de Ourique), Lisboa; Tel.: 213 958 889

Horário: 2ª a Sábado das 10h00 às 21h00


Terra Viva 2019


I14-TERRAXVIVA.JPG

A 3.ª edição do programa Terra Viva da Antena da TSF deu voz e ouvidos a 54 promotores e promotoras de projetos, beneficiários da Medida LEADER do PDR2020 através dos Grupos de Ação Local do Continente, entre os dias 3 de junho e 9 de julho de 2019.

ELARD

 

I19-BOTXXOXFMTXPRESIDENCIA.JPG

 

A ELARD, constituída por redes nacionais de desenvolvimento rural, congrega Grupos de Ação Local gestores do LEADER/DLBC de 26 países europeus. A MINHA TERRA foi presidente da ELARD no biénio 2018-2019.

54 Projetos LEADER 2014-2020

 
I2-54XPROJETOS.JPG

Repertório de projetos relevantes e replicáveis apoiados no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 elaborado pela Federação Minha Terra.

Cooperação LEADER


Edição da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Federação Minha Terra, publicada no âmbito do projeto “Territórios em Rede II”, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.






Agenda

Evento de encerramento do projeto "Encosta Viva"

2022-10-05, Urbanização Encosta da Barata, Abrantes

Cimeira Nacional de AgroInovação 2022

2022-10-11 a 2022-10-12, CNEMA, Santarém

Dia Municipal para a Igualdade 2022

2022-10-17 a 2022-10-31, Atividades em todo o país

Workshop "Promoção da igualdade de género nas zonas rurais da UE"

2022-11-15, Andolsheim (Alto Reno, França)

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





[ETAPA RACIONAL ER4WST V:MINHATERRA.PT.5]