Feira de Projectos Transnacionais LEADER em Cork

Nov. 2002

Na República da Irlanda, desde há um ano, trinta e oito Grupos de Acção Local (GAL) iniciaram acções de desenvolvimento em zonas rurais, no âmbito do PIC LEADER+ e do Programa nacional de desenvolvimento rural (National Rural Development Programme - NRDP). Estes dois programas nasceram dos resultados do LEADER II que, na Irlanda, contribuiu para a emergência de um exemplo europeu de sucesso no que diz respeito ao desenvolvimento rural integrado. Recentemente, os GAL irlandeses começaram um processo de identificação de parceiros, com vista a estabelecer cooperações europeias.

Para os ajudar a iniciar estes contactos, a Innovation South (uma estrutura que agrupa três agências de desenvolvimento local do sul da Irlanda), organizou uma Feira de Projectos Transnacionais LEADER com o apoio oficial do «Departament of Community, Rural and Gaeltacht Affairs» (Ministério encarregue da implementação do LEADER+ e do Programa nacional de desenvolvimento rural na Irlanda). Esta Feira de Projectos que foi o primeiro evento deste tipo na Europa no decurso do LEADER+ e ofereceu aos GAL e a outros grupos de desenvolvimento local a possibilidade de serem pioneiros na elaboração e desenvolvimento de projectos transnacionais.

Consciente da importância das iniciativas de animação da cooperação entre territórios rurais, a Federação Minha Terra associou-se a esta organização desde a primeira hora, divulgando a iniciativa irlandesa entre os GAL portugueses e articulando e apoiando a sua participação.

A Feira de Projectos que decorreu nos dias 21 e 22 de Novembro, compreendeu três momentos com três objectivos também distintos.

A primeira sessão correspondeu a uma conferência que reuniu todos os participantes em torno das questões centrais relacionadas com a cooperação transnacional no LEADER+, tendo em conta as experiências do LEADER II e dando o enquadramento do Vector 2 em três outros países: a França, a Finlândia e a Alemanha. Ficou claro, que não obstante a riqueza que a diversidade de realidades pode trazer aos processos de cooperação, é necessário um esforço de articulação entre as estruturas responsáveis pelo acompanhamento do programa no que diz respeito a prazos, métodos e critérios. Para além do envolvimento dos GAL na identificação de parceiros e na execução dos projectos, o sucesso das experiências de cooperação depende em grande medida das possibilidades abertas, ou não, pelos organismos intermediários e pelo conhecimento mútuo dos condicionalismos impostos pelos diferentes programas nacionais ou regionais.

Seguiu-se uma outra sessão, também em plenária, na qual alguns responsáveis nacionais apresentaram o enquadramento do movimento do desenvolvimento local na Republica da Irlanda, do Programa LEADER+ e dos Programas de Desenvolvimento Rural na Rebública da Irlanda e na Irlanda do Norte. O National Rural Development Programme, a que os irlandeses chamam «LEADER National» não esconde a sua paternidade - assumidamente o resultado do «mainstreaming» do LEADER II, conta hoje com 13 GAL financiados pelo FEOGA através do Plano de Desenvolvimento Nacional 2000-2006. Fruto de um percurso semelhante é o programa finlandês POMO+, que recorre a financiamento nacional, municipal e privado para por em prática uma iniciativa que se rege pelas mesmas regras do LEADER. Estas experiências vieram ao encontro de uma aspiração antiga do movimento do desenvolvimento rural português: a concretização da filosofia do LEADER num programa nacional de desenvolvimento rural.

O prato forte do evento foi a apresentação, em blocos alternativos, de um conjunto de mais de trinta workshops temáticos, apresentando estudos de caso e propostas concretas de projectos de cooperação na responsabilidade, na sua maioria de GAL irlandeses.

O momento final da feira de projectos constou de um conjunto de reuniões e encontros individuais que se apoiou num repertório de projectos transnacionais propostos pelos GAL irlandeses, previamente elaborado e distribuído, para facilitar os contactos entre potenciais parceiros.

Com 15 GAL LEADER+ inscritos, Portugal foi convidado pela organização a animar um workshop. A Federação Minha Terra aceitou o convite e realizou uma breve apresentação sobre o LEADER em Portugal e sobre cada um dos GAL presentes nesta feira de projectos de Cork, ilustrada alguns paladares característicos e documentação alusiva aos territórios de intervenção distribuída no hall da feira.

Com o objectivo de criar uma Rede Europeia de Lojas de Produtos de Qualidade em capitais e grandes cidades europeias, a TAGUS (Ribatejo Interior), acompanhada pela ProRegiões, procurou, em Cork, dar os passos iniciais para a construção desse ambicioso projecto. Trata-se de uma linha de intervenção na qual a TAGUS procura animar a comercialização dos produtos da sua zona de intervenção, procurando trazer novos públicos ao espaço da Loja do Mundo Rural (em Lisboa), mas acima de tudo procurarando novos mercados, integrando-os numa estratégia «franchisadora» de nível europeu, onde se possibilita o acesso do mundo rural aos grandes espaços urbanos europeus. Desta interessante experiência, resultaram cinco contactos concretos, e concluiu-se que, não existindo nenhuma experiência similar a nível europeu, as características inovadoras do projecto estimulam a apetência dos novos parceiros, mas são limitadoras de um intervenção de curto prazo.

Neste, e noutros projectos, deram-se os primeiros passos? para um processo de longo curso.


Terra Viva 2019


I14-TERRAXVIVA.JPG

A 3.ª edição do programa Terra Viva da Antena da TSF deu voz e ouvidos a 54 promotores e promotoras de projetos, beneficiários da Medida LEADER do PDR2020 através dos Grupos de Ação Local do Continente, entre os dias 3 de junho e 9 de julho de 2019.

ELARD

 

I19-BOTXXOXFMTXPRESIDENCIA.JPG

 

A ELARD, constituída por redes nacionais de desenvolvimento rural, congrega Grupos de Ação Local gestores do LEADER/DLBC de 26 países europeus. A MINHA TERRA foi presidente da ELARD no biénio 2018-2019.

54 Projetos LEADER 2014-2020

 
I2-54XPROJETOS.JPG

Repertório de projetos relevantes e replicáveis apoiados no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 elaborado pela Federação Minha Terra.

Cooperação LEADER


Edição da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Federação Minha Terra, publicada no âmbito do projeto “Territórios em Rede II”, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.






Agenda

Roda de Diálogo para a Alimentação

2022-09-15 a 2022-09-29, Eventos online

Formação Prática em Planeamento Holístico e Planos de Pastoreio

2022-09-29 a 2022-09-30, Salão da Junta de Freguesia de Mértola

Iniciativa "Há Festa na Aldeia" está de regresso à aldeia de Ul

2022-10-01 a 2022-10-02, Ul, Oliveira de Azeméis

Cimeira Nacional de AgroInovação 2022

2022-10-11 a 2022-10-12, CNEMA, Santarém

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





[ETAPA RACIONAL ER4WST V:MINHATERRA.PT.5]