Ciclo de Cinema Etnográfico

Maio 2008

O MONTE, Desenvolvimento do Alentejo Central promove no Centro de Artes Tradicionais em Évora, o 1º Ciclo de Cinema Etnográfico. Este Ciclo de Cinema surge na sequência do vasto trabalho desenvolvido ao longo dos anos em prol dos saberes, artes, identidade e culturas locais. Associada à promoção das artes e ofícios tradicionais preconizada pela Loja do Celeiro, esta mostra de filmes nacionais de identidade rural/tradicional foca características regionais específicas (arquitectónicas, culturais, históricas, mitológicas, simbólicas) do nosso país, mostrando como a arte, a cultura, as tradições, o ambiente, podem ser olhados de outra forma, sendo uma fonte simultânea de criatividade, identidade e diversificação, em relação ao que indiscriminadamente importamos de outros países.

PROGRAMA

"Entraste no jogo tens que jogar, assim na terra como no céu" - Pedro Sena Nunes

17 de Maio, 19h00

"Ainda há pastores" - Jorge Pelicano

30 de Maio, 19h00

"Floripes" - Miguel Gonçalves Mendes

6 de Junho, 19h00

"Elogio ao 1/2" - Pedro Sena Nunes

13 de Junho, 19h00

LOCAL

Centro de Artes Tradicionais - Pç. 1º de Maio, 7, Évora (na lateral da Capela dos Ossos)

FILMES

"Entraste no jogo tens que jogar, assim na terra como no céu" - Pedro Sena Nunes (40 min)

Portugal, 2000, DOC

Realizador: Pedro Sena Nunes

Sinopse:

Na região do Minho, Jesus Cristo e Baco são os convidados de honra de uma estranha uma peregrinação que tem lugar a 28 e 29 de Agosto, na Serra d´Arga

"Ainda há pastores" - Jorge Pelicano (72 min)

Portugal, 2006

Realizador: Jorge Pelicano

Sinopse:

Há lugares que quase não existem.

Casais de Folgosinho nem sequer é um lugar.

Não há luz eléctrica, não corre água canalizada, não há estradas. Perde-se no silêncio de um vale entre as montanhas da Serra da Estrela.

Em tempos foi um autêntico santuário de pastores...Com dezenas de famílias e milhares de cabeças de gado. Hoje, os mais velhos vão morrendo e os novos fogem da dura sina de ser pastor.

365 dias por ano.

Herminio, 27 anos, contraria o fim.

Dizem que é o pastor mais novo, mas também o mais doido.

Sozinho, rádio na mão, rasga montanhas ao som das cassetes do popular cantor Quim Barreiros, que um dia sonha conhecer.

Os sons das cassetes e do rádio puxam-no para longe de uma vida de solidão. São a união entre dois mundos diferentes.

Distantes e próximos.

Na sociedade moderna o futuro de Hermínio é inquietante.

Até quando o jovem Hermínio será pastor?

Mas...ainda há pastores?

"Floripes" - Miguel Gonçalves Mendes (min)

Portugal, 2007

Realizador: Miguel Gonçalves Mendes

Sinopse:

Reza a lenda que Floripes, uma Moura encantada, deambula todas as noites, triste e sem destino, pela vila de Olhão.

Prisioneira do seu encantamento, representa o medo e o sofrimento da comunidade de pescadores, que, inebriados pelo feitiço da bela e misteriosa mulher, com o intuito de desencantá-la, morreriam ao tentar atravessar o mar.

Evocá-la não é senão o pretexto para nos confrontarmos com os temores das gentes do Algarve e o seu/nosso maior medo - a morte.

"Elogio ao 1/2" - Pedro Sena Nunes (70 min)

Portugal, 2000, DOC

Realizador: Pedro Sena Nunes

Sinopse:

O bairro 25 de Abril da Meia-Praia fica entre o mar e a linha do comboio.

Começou por ser um conjunto de palhotas construídas, improvisadamente, no «meio da praia», pelos «índios» que fugiram de Monte Gordo para Lagos, com objectivo de começarem outra vida. Após o 25 Abril, e através do plano arquitectónico Serviço de Apoio Ambulatório Local (S.A.A.L.), as palhotas transformaram-se em casas - construídas pelos próprios índios.

Passados trinta anos, continuam-se a fazer muitas promessas.

Que futuro se espera para o bairro 25 de Abril da Meia-Praia?


Terra Viva 2019


I14-TERRAXVIVA.JPG

A 3.ª edição do programa Terra Viva da Antena da TSF deu voz e ouvidos a 54 promotores e promotoras de projetos, beneficiários da Medida LEADER do PDR2020 através dos Grupos de Ação Local do Continente, entre os dias 3 de junho e 9 de julho de 2019.

ELARD

 

I19-BOTXXOXFMTXPRESIDENCIA.JPG

 

A ELARD, constituída por redes nacionais de desenvolvimento rural, congrega Grupos de Ação Local gestores do LEADER/DLBC de 26 países europeus. A MINHA TERRA foi presidente da ELARD no biénio 2018-2019.

54 Projetos LEADER 2014-2020

 
I2-54XPROJETOS.JPG

Repertório de projetos relevantes e replicáveis apoiados no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 elaborado pela Federação Minha Terra.

Cooperação LEADER


Edição da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Federação Minha Terra, publicada no âmbito do projeto “Territórios em Rede II”, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.






Agenda

Workshop “Novas oportunidades na cultura do medronheiro – da produção ao consumo”

2023-02-17, Escola Profissional Cândido Guerreiro, Alte (Loulé)

26.º Seminário Europeu sobre Extensão Educativa

2023-07-10 a 2023-07-13, Toulouse, França

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





[ETAPA RACIONAL ER4WST V:MINHATERRA.PT.5]