28 anos de dedicação ao desenvolvimento local

2022-03-10

Fundada a 04 de Março de 1994, a DUECEIRA - Associação de Desenvolvimento do Ceira e Dueça perfaz 28 anos de trabalho em prol do crescimento harmonioso do seu território o qual abrange os concelhos de Lousã, Miranda do Corvo, Penela e Vila Nova de Polares. 

Tendo como suporte uma Parceria coesa que tem vindo gradualmente a aumentar ao longo dos anos, integra no seu quadro associativo 60 entidades colectivas públicas e privadas dos mais diversos sectores de actividade e actuação da sociedade civil, nomeadamente associações agrícolas e de produtores, empresariais, culturais e sociais, de bombeiros, agrupamentos de escolas, autarquias locais – municípios e juntas de freguesia -, centros de investigação, universidade e politécnico, IPSS, baldios, órgãos de comunicação social, etc. 

É esta panóplia de entidades que consolida a sua ampla acção no terreno, sustentada numa Estratégia de Desenvolvimento Territorial a qual se caracteriza por 4 principais patamares de intervenção os quais objectivam um igual número de Medidas Integradas em torno de: 1) Território; 2) Pessoas e Organizações; 3)Recursos, Actividades e Produtos; 4) Empreendedorismo e Iniciativa Local. 

Do seu longo historial evidencia-se a sua credenciação desde 1996 como GAL – Grupo de Acção Local para gestão dos Programas de Iniciativa Comunitária LEADER II e LEADER+, Abordagem LEADER do PRODER– Programa de Desenvolvimento Rural e actualmente as Medidas LEADER/DLBC – Desenvolvimento Local de Base Comunitária do PDR2020 e do CENTRO2020. 

Destas intervenções, que até 2014 envolveram igualmente os concelhos de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Pampilhosa da Serra e Pedrógão Grande (ELOZ-Entre Serra da Lousã e Zêzere) resultaram números significativos para a região nomeadamente 700 projectos candidatados e um investimento total proposto de mais de 90 milhões de euros dos quais foram aprovados 420 projectos os quais proporcionaram um investimento total gerado superior a 25 Milhões de euros, a criação de mais de 200 postos de trabalhos e manutenção de 800. 

Da intervenção em curso, no actual período de programação, que contempla a implementação de medidas de apoio à pequena agricultura, transformação e comercialização à actividade agrícola, diversificação de actividades das explorações agrícolas, cadeias curtas e mercados locais, renovação de aldeias e sistema de incentivos ao empreendedorismo e criação de emprego (SI2E e +CO3SO EMPREGO – componentes Emprego e Interior) o GAL Dueceira comprometeu-se a contribuir para o cumprimento das metas dos Programas financiadores através dos indicadores associados às Medidas e tipologias de Operações e Prioridades de Investimento contratualizadas. Até ao final do actual período de programação tal passa pela aplicação no seu território de aproximadamente €5.000.000,00, provenientes do FEADER, FEDER e FSE, montantes significativos e que contribuem para a dinamização da economia local. 

Tendo como principal foco o apoio às pequenas iniciativas potenciadoras de dinâmicas culturais, sociais e económicas num território caracterizado como zona de montanha, de baixa densidade onde predominam modos de vida associados à ruralidade, a Dueceira observa e trabalha o seu espaço de actuação numa relação de extrema proximidade com a comunidade e agentes locais, estimulando sinergias com suporte nos fortes valores de identidade e recursos endógenos de uma riqueza única e inimitável. É o seu património – cultural, natural, económico mas essencialmente humano – que conferem ao território e principalmente à intervenção um formato exclusivo que incorpora o ADN do território. 

Actualmente e sob a direcção de Luís Antunes, representante da edilidade da Lousã, a Dueceira tem vindo a expandir o seu leque de acção ao dinamizar as parcerias locais no sentido de criar maiores sinergias e apostando em projectos e iniciativas diversificadas nas áreas:

  • do Ambiente com Estudo, protecção e dinamização do biótipo Serra da Lousã (no âmbito da Estratégia de Eficiência Colectiva Provere iNature, o projecto Trilhos da Natureza da Serra da Lousã);
  • da Cooperação transnacional com incidência para projectos com o Norte da Europa e CPLP- Comunidade Países de Língua Portuguesa (por exemplo: Green Economy/Economia Verde- uso múltiplo da floresta eTerras da Lusofonia);
  • da Cooperação Inter Territorial perspectivando o estímulo à economia em sectores como o Turismo e a Pequena Agricultura (constituindo exemplo os projectos: QT2AS- Qualificação do Turismo Activo, Ambiente e Sustentabilidade e 3C – Cooperação em Circuitos Curtos);
  • do Social com a criação e dinamização da Estrutura 6 em Rede – Rede Inter Municipal de Apoio à Vítima de Violência e as respostas de GAV e RAP (Gabinte de Apoio à Vítima e Respostas de Apoio Psicológico às Crianças e Jovens Vítimas de Violência Doméstica)
  • entre tantas outras iniciativas de relevância. 

Com uma equipa de 12 colaboradores dos quais 3, associados ao Parque de Máquinas Florestal, de que a Dueceira é proprietária, tem nesta componente uma acção predominantemente operacional vocacionada para a actividades de prevenção na limpeza de áreas florestais e abertura de caminhos, apoio a outras iniciativas de domínio público e protecção civil nomeadamente aquando da ocorrência de incêndios florestais ou cheias.

Das diversas entidades que integra de realçar a participação no Conselho Estratégico da CIM-RC Comunidade Inter Municipal da Região de Coimbra e desde 2017 a vice-presidência e de 2021 a presidência da Minha Terra – Federação Nacional das Associações de Desenvolvimento Local sendo, nesta qualidade, a representante para a Região Centro nas diferentes Comissões e Comités. 

Finalmente numa estratégia de identidade territorial, envolvimento e trabalho em parceria com municípios, associações de produtores, confrarias e agentes económicos locais e regionais ainda a candidatura “Mesa das Terras da Chanfana" ao concurso 7 Maravilhas à Mesa do qual resultou a atribuição do galardão máximo de Património Maravilha de Portugal. Esta consagração permitiu o registo da marca territorial “Terras da Chanfana", assumindo-se como instrumento estratégico agregador e representativo da comunidade, que permite o ganho de escala e visibilidade territorial perspectivando ainda a qualificação e capacitação dos agentes económicos locais, a dinamização da economia local e a implementação de um plano de animação suficientemente atractivo para turistas e visitantes. Neste âmbito e sob a sua égide, a Dueceira apoia o recém-criado Circuito Inter Trail Terras da Chanfana, promovendo o desporto de natureza como um atractivo do território, garante de sustentabilidade económica e ambiental.


Terra Viva 2019


I14-TERRAXVIVA.JPG

A 3.ª edição do programa Terra Viva da Antena da TSF deu voz e ouvidos a 54 promotores e promotoras de projetos, beneficiários da Medida LEADER do PDR2020 através dos Grupos de Ação Local do Continente, entre os dias 3 de junho e 9 de julho de 2019.

ELARD

 

I19-BOTXXOXFMTXPRESIDENCIA.JPG

 

A ELARD, constituída por redes nacionais de desenvolvimento rural, congrega Grupos de Ação Local gestores do LEADER/DLBC de 26 países europeus. A MINHA TERRA foi presidente da ELARD no biénio 2018-2019.

54 Projetos LEADER 2014-2020

 
I2-54XPROJETOS.JPG

Repertório de projetos relevantes e replicáveis apoiados no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 elaborado pela Federação Minha Terra.

Cooperação LEADER


Edição da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Federação Minha Terra, publicada no âmbito do projeto “Territórios em Rede II”, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.






Agenda

Roda de Diálogo para a Alimentação

2022-09-15 a 2022-09-29, Eventos online

Formação Prática em Planeamento Holístico e Planos de Pastoreio

2022-09-29 a 2022-09-30, Salão da Junta de Freguesia de Mértola

Iniciativa "Há Festa na Aldeia" está de regresso à aldeia de Ul

2022-10-01 a 2022-10-02, Ul, Oliveira de Azeméis

Cimeira Nacional de AgroInovação 2022

2022-10-11 a 2022-10-12, CNEMA, Santarém

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





[ETAPA RACIONAL ER4WST V:MINHATERRA.PT.5]