Novos PDR dos Açores e Madeira aprovados

2015-02-20

O Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) dos Açores (PRORURAL+) e o Programa de Desenvolvimento Rural para a Madeira (PRODERAM) para o período 2014-2020 foram formalmente aprovados pela Comissão Europeia na passada sexta, 13 de fevereiro.

I12155-IMGX0818.JPG

O PDR dos Açores tem uma dotação global de 340 milhões de euros (295 milhões de euros provenientes do FEADER [Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural] e 45 milhões de verbas regionais) disponíveis para o período de 2014-2020.

O principal objetivo do PRORURAL+ é aumentar a sustentabilidade do sector agro-florestal no arquipélago, melhorando a competitividade da produção agrícola local e reforçando, simultaneamente, a preservação e a restauração do ambiente e das paisagens tradicionais.

Em termos orçamentais, as grandes prioridades do programa são promover a competitividade do setor agrícola e florestal (43% do PDR) e restaurar, preservar e melhorar os ecossistemas ligados à agricultura e à silvicultura (41%).

A maior fatia destina-se a apoiar a modernização e reestruturação de cerca de 1000 empresas agrícolas, 7% do total das explorações existentes na região, a formação de 1700 agricultores e a renovação geracional dos produtores, através do apoio a 187 jovens agricultores.

Os 41% dos fundos atribuídos à segunda prioridade serão utilizados principalmente nos pagamentos por superfície aos agricultores, destinados a compensar os custos suplementares em zonas sujeitas a condicionantes específicas, e o apoio a investimentos florestais respeitadores do ambiente e do clima.

Através do PRORURAL+, os Açores pretendem também, até 2020, promover a organização da cadeia alimentar, incluindo transformação e comercialização de produtos agrícolas, e promover a utilização eficiente dos recursos e apoiar a passagem para uma economia de baixo teor de carbono e resistente às alterações climáticas nos sectores agrícola, alimentar e florestal.

O PDR dos Açores visa também promover a inclusão social, a redução da pobreza e o desenvolvimento económico das zonas rurais. Concretizada inteiramente através das Estratégias de Desenvolvimento Local elaborados pelos Grupos de Ação Local, integradas no Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC/LEADER), esta prioridade conta com cerca de 22 milhões de euros (cerca de 7% dos fundos), que serão canalizados para iniciativas locais, tendo em vista a criação de postos de trabalho e a melhoria das condições de vida da população rural.

O PDR para a Madeira tem disponíveis, para o mesmo período, um financiamento no valor de 205 milhões de euros de fundos públicos (179 milhões de euros do FEADER e 25 milhões de euros de cofinanciamento nacional).

O principal objetivo é aumentar a sustentabilidade do setor agroflorestal da Região da Madeira, promovendo a competitividade da produção agrícola local e a restauração, preservação e melhoria dos ecossistemas.

Para dar resposta a este desafio, o PDR da Madeira contempla cinco prioridades de desenvolvimento rural, sendo a restauração e preservação dos ecossistemas a principal prioridade em termos orçamentais, que irá absorver mais de metade dos fundos (50,4%).

Entre as prioridades estão também o aumento da competitividade do sector agrícola e agroflorestal, através da reestruturação de 1000 explorações agrícolas (7,5% do número total), a formação de cerca de 2000 agricultores e o apoio a cerca de 60 jovens agricultores no quadro da renovação geracional da agricultura madeirense, a promoção da organização da cadeia alimentar, incentivando a organização de mercados locais e grupos de produtores, e a promoção da utilização eficiente dos recursos e apoiar a passagem para uma economia hipocarbónica e resiliente às alterações climáticas nos setores agrícola, alimentar e florestal.

O PDR da Madeira deverá também promover a inclusão social, a redução da pobreza e o desenvolvimento económico das zonas rurais, com base em Estratégias de Desenvolvimento Local elaboradas pelos Grupos de Ação Local, no âmbito do DLBC/LEADER. Abrangendo cerca de 6% da dotação do programa, esta prioridade destina-se a pequenos investimentos relacionados com a diversificação de atividades não agrícolas em zonas rurais, o reforço de serviços básicos e estruturas coletivas de pequena dimensão, com vista à melhoria das condições de vida das populações rurais, criação de emprego e oportunidades de negócio.

As fichas relativas ao PDR dos Açores e ao PDR para a Madeira estão disponíveis no site da Comissão Europeia, em http://ec.europa.eu/agriculture/rural-development-2014-2020/country-files/pt


Terra Viva 2019


I14-TERRAXVIVA.JPG

A 3.ª edição do programa Terra Viva da Antena da TSF deu voz e ouvidos a 54 promotores e promotoras de projetos, beneficiários da Medida LEADER do PDR2020 através dos Grupos de Ação Local do Continente, entre os dias 3 de junho e 9 de julho de 2019.

ELARD

 

I19-BOTXXOXFMTXPRESIDENCIA.JPG

 

A ELARD, constituída por redes nacionais de desenvolvimento rural, congrega Grupos de Ação Local gestores do LEADER/DLBC de 26 países europeus. A MINHA TERRA foi presidente da ELARD no biénio 2018-2019.

54 Projetos LEADER 2014-2020

 
I2-54XPROJETOS.JPG

Repertório de projetos relevantes e replicáveis apoiados no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 elaborado pela Federação Minha Terra.

Cooperação LEADER


Edição da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Federação Minha Terra, publicada no âmbito do projeto “Territórios em Rede II”, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.






Agenda

Roda de Diálogo para a Alimentação

2022-09-15 a 2022-09-29, Eventos online

Formação Prática em Planeamento Holístico e Planos de Pastoreio

2022-09-29 a 2022-09-30, Salão da Junta de Freguesia de Mértola

Iniciativa "Há Festa na Aldeia" está de regresso à aldeia de Ul

2022-10-01 a 2022-10-02, Ul, Oliveira de Azeméis

Cimeira Nacional de AgroInovação 2022

2022-10-11 a 2022-10-12, CNEMA, Santarém

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





[ETAPA RACIONAL ER4WST V:MINHATERRA.PT.5]