Desespera-se do DLBC na tomada de posse na ADIBER

2017-02-01

Perante meia centena de parceiros presentes na tomada de posse, em Góis, dia 31 de janeiro, dos novos órgãos sociais da ADIBER – Associação de Desenvolvimento Integrado da Beira Serra, o recém-reeleito presidente da direção, Miguel Ventura, proferiu um discurso marcado não só pelo agradecimento, mas sobretudo pela inquietação.

Consciente e satisfeito do trabalho importante da ADIBER no território da Beira Serra, Miguel Ventura destacou os técnicos da associação, que considerou como o principal ativo da associação. Lamentou, em contrapartida, os tempos difíceis que assombram, já faz alguns anos, a ADIBER e que provocam o desalento daqueles que trabalham para a construção e dinamização da coesão e união entre os agentes do território:

“Para uma Associação que assumiu liderar uma ampla Parceria regional e dinamizou a elaboração de uma Estratégia de Desenvolvimento Local para concretização de iniciativas e projectos essenciais para o futuro da Beira Serra, não é fácil trabalhar sem os recursos que lhe deveriam há muito estar alocados, os quais para além dos significativos e inexplicáveis cortes de que foram alvo, estão a sofrer um enorme atraso, com as consequências negativas e constrangedoras que daí advém.

O período de transição entre o QREN e o Portugal2020 é, sem dúvida, o mais complicado e doloroso de que nos recordamos.

Está criado um ambiente de desconfiança e desmotivação entre os responsáveis das Entidades parceiras, mas também junto de todos os que criaram expectativas em obter ajudas para a resolução dos seus problemas ou para a concretização das suas ideias de negócio ou modernização dos seus equipamentos sociais ou culturais.

I12902-IMAGEM1.JPG

Apesar do optimismo e da capacidade de resiliência que sempre nos acompanhou e temos evidenciado, tememos começar a esmorecer face aos permanentes obstáculos que nos são colocados e à ausência de uma visão partilhada e aberta da parte de quem tem responsabilidades em definir a regulamentação dos Programas nos quais se suportam as referidas Estratégias, nomeadamente o DLBC, os quais têm de considerar as especificidades de cada Território, para que os impactos e os resultados a alcançar estejam de acordo com os objectivos identificados pelas Parcerias locais.

Deste desconforto temos dado nota às diferentes Autoridades de Gestão e a outros responsáveis, de forma directa ou no âmbito da Federação Minha Terra, identificando os perigos e as dificuldades associadas a algumas das opções que estão a ser tomadas, e formulando propostas concretas e facilitadoras da implementação das várias Medidas em causa, no sentido de as adequar às diferentes realidades locais e, assim, ajudarem à construção de um futuro melhor para estes Territórios,

Não podemos aceitar que o relevante património conquistado em 25 anos de Abordagem LEADER possa ser delapidado e não seja rentabilizado em favor do desenvolvimento económico, social e cultural de Territórios, que necessitam, mais do que nunca, de um olhar sério e honesto para as oportunidades e para o potencial que têm para oferecer.

Não são necessários novos actores nos Territórios. Apenas se exige confiança no trabalho dos GAL, traduzida na manutenção das condições de autonomia de decisão e de gestão de quem tem uma experiência acumulada, competências reconhecidas, proximidade e disponibilidade permanente e já foi capaz de demonstrar junto das Autoridades locais, regionais, nacionais e europeias a sua capacidade de concretização, em benefício de comunidades locais.

Como afirmei há precisamente um ano em Ponte de Sôr, o LEADER é também um espaço de Solidariedades e os GAL são a voz dos que não têm voz. Por isso, queremos e temos o dever de ser parte da coesão e do desenvolvimento de Portugal!”

I12902-IMAGEM2.JPG

Na sequência deste testemunho e apelo à consciencialização, Miguel Ventura virou-se para os responsáveis autárquicos presentes, lançando um convite aos municípios a integrar a ADIBER como associados de pleno direito, formalizando uma relação de longa data, até ora informal, e reforçar, assim, a capacidade reivindicativa da associação.

Interpelados, os presidentes de Câmara de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino; de Arganil, Ricardo Alves; de Góis, Lurdes Castanheira; e o Vereador do Município de Tábua, Ricardo Cruz, saudaram em coro a relevância para toda a região do trabalho positivo desenvolvido pela ADIBER, mostrando-se disponíveis para reforçar o apoio a esta associação. Também relevaram os atrasos decorrentes da entrada em vigor de alguns Programas do Portugal2020, e a desadequação da regulamentação das medidas de apoio às microempresas face à realidade dos territórios rurais.


Terra Viva 2019


I14-TERRAXVIVA.JPG

A 3.ª edição do programa Terra Viva da Antena da TSF deu voz e ouvidos a 54 promotores e promotoras de projetos, beneficiários da Medida LEADER do PDR2020 através dos Grupos de Ação Local do Continente, entre os dias 3 de junho e 9 de julho de 2019.

ELARD

 

I19-BOTXXOXFMTXPRESIDENCIA.JPG

 

A ELARD, constituída por redes nacionais de desenvolvimento rural, congrega Grupos de Ação Local gestores do LEADER/DLBC de 26 países europeus. A MINHA TERRA foi presidente da ELARD no biénio 2018-2019.

54 Projetos LEADER 2014-2020

 
I2-54XPROJETOS.JPG

Repertório de projetos relevantes e replicáveis apoiados no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 elaborado pela Federação Minha Terra.

Cooperação LEADER


Edição da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Federação Minha Terra, publicada no âmbito do projeto “Territórios em Rede II”, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.






Agenda

Roda de Diálogo para a Alimentação

2022-09-15 a 2022-09-29, Eventos online

Formação Prática em Planeamento Holístico e Planos de Pastoreio

2022-09-29 a 2022-09-30, Salão da Junta de Freguesia de Mértola

Iniciativa "Há Festa na Aldeia" está de regresso à aldeia de Ul

2022-10-01 a 2022-10-02, Ul, Oliveira de Azeméis

Cimeira Nacional de AgroInovação 2022

2022-10-11 a 2022-10-12, CNEMA, Santarém

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





[ETAPA RACIONAL ER4WST V:MINHATERRA.PT.5]