Acerca da Minha Terra
Área de Associados

30 anos de LEADER: Testemunho de Rui Veríssimo Batista

2021-07-30

Iniciativa "Desenvolvimento Local em Portugal - Uma História Contada na Primeira Pessoa"

Obrigado LEADER

O LEADER do quadro de sala!

Recordo o primeiro dia em que fui posto às balas, num hotel de Lisboa, no Encontro da Rede Nacional Leader+.

Pelo menos 52 GAL presentes, 104 olhos a tirarem-me as medidas.

''Quem é este?''

O grupo era coeso, caloroso, percebia-se uma forte ligação entre todos. Eu sentia um misto de escrutínio e de simpatia de boas-vindas.

Li, previamente, tudo o que havia sobre o Leader, não podia falhar! Bem que fui avisado pelo Gestor Engº Mattamouros Resende, “olhe que este grupo tem um nível superior aos outros” 

Os trabalhos correram bem! O que eu estudei para correrem bem! Mas, mesmo no final eis que surgiu uma das dimensões do Movimento, de um lado da sala alguém lança uma ideia, do outro alguém reforça, no meio todos anuem com evidente entusiasmo (o movimento de massas dá nisto: o Leader deveria ter um programa de televisão na RTP, de preferência em prime time). O Gestor já não estava na sala e eu tinha de dizer qualquer coisa, sentia-me o Eládio Clímaco nos Jogos sem Fronteiras. Como me lembro da resposta que tive de dar, em jeito de político, desses que aparecem na televisão “a ideia é interessante, mas será necessário enquadrar as questões orçamentais”. Ou seja, nada disse, mas disse.

O episódio poderá parecer irrelevante, mas as primeiras impressões contam muito, e esta não foi exceção. Senti união, pese embora posições divergentes, senti alinhamento, apesar dos desalinhados, alguns compulsivos, e, acima de tudo, senti amizade e espírito de grupo. A minha primeira impressão estava certa!

Com certeza que nesta coleção de testemunhos sobre os 30 anos do Leader em Portugal, muitos colegas e amigos farão uma reflexão com maior propriedade e detalhe sobre este movimento. A sua história, desde a sua génese, o que ele representa na dimensão social, económica e politica nos territórios, etc. Não me aventuro a outra vez dizer, nada dizendo.

Por isso centrar-me-ei numa análise pessoal. Obviamente que olhar o Leader num contexto histórico permite construir uma narrativa. São importantes os momentos de reflexão, de preferência quando livres. Dão substrato para compreender o que o Leader foi e é. Mais do que um programa, é um movimento, e sendo um movimento é feito de mudança. O sucesso na mudança não é para os melhores e mais inteligentes de ontem e de hoje, mas antes para os que melhor a ela se adaptem. A mudança é inevitável e necessita de liberdade no pensamento e na ação.

Olho hoje a coisa pública nas dimensões que o Leader me deu.

É política, mas não é de esquerda nem de direita. Coloca o cidadão no centro e todos somos o centro num centro onde estamos todos. A cidadania no seu expoente maior. Por isso me incomoda tanto o comportamento de muitos dos nossos eleitos, que sendo eleitos se consideram Os eleitos.

Evoluímos muito, mas também podíamos ter evoluído muito mais. Interrogo-me sobre a letargia em que a nossa sociedade está mergulhada. Ainda não nos libertámos do espartilho a que fomos sujeitos durante anos demais. Aguardamos quase sempre que alguém, alguma entidade, o estado de preferência, dos eleitos, essa entidade cada vez com menos rosto, faça a mudança que todos suplicamos. E, como o Estado gosta de ter este papel paternalista, dominador e controlador, mas infelizmente pouco colaborador, a mudança fica hibernada. Mas como falam da mudança com tanto entusiasmo!... O discurso e a ação estão em divórcio litigioso. Sentimo-nos pouco na sociedade, isto é a negação do Leader.

Termino com um apelo. Vejo hoje que alguns dos atores do Leader estão a fazer uma transição para outras organizações, alguns para cargos políticos. Espero que levem os ensinamentos que o Leader lhes proporcionou. É muito importante que os apliquem, sem medo e sem hesitações.

Lembrem-se do que Gandhi disse um dia, “temos de nos tornar na mudança que queremos ver” e, acrescento eu, que quisermos ver.

Terra Viva 2019

 

I14-TERRAXVIVA.JPG

A 3.ª edição do programa Terra Viva da Antena da TSF deu voz e ouvidos a 54 promotores e promotoras de projetos, beneficiários da Medida LEADER do PDR2020 através dos Grupos de Ação Local do Continente, entre os dias 3 de junho e 9 de julho de 2019.

54 Projetos LEADER 2014-2020

I2-54XPROJETOS.JPG

Repertório de projetos relevantes e replicáveis apoiados no âmbito da Medida 10 LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 elaborado pela Federação Minha Terra.

Cooperação LEADER

Edição da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e Federação Minha Terra, publicada no âmbito do projeto “Territórios em Rede II”, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.





Newsletter

Agenda

Formação para responsáveis políticos "Autoridades locais e implementação do ODS 11"

2021-06-08 a 2021-09-20, Inscrições abertas

Projeto "Há Festa na Aldeia" está de regresso

2021-09-18, Ul, Oliveira de Azeméis

Dia Municipal para a Igualdade 2021

2021-10-17 a 2021-10-27, Várias iniciativas por todo o país

ELARD

 
I19-BOTXXOXFMTXPRESIDENCIA.JPG
 

A ELARD, constituída por redes nacionais de desenvolvimento rural, congrega Grupos de Ação Local gestores do LEADER/DLBC de 26 países europeus. A MINHA TERRA foi presidente da ELARD no biénio 2018-2019.

Projetos PDR2020 Apoiados

 
I20-PDRXPT2020XFEADER.JPG
 

Plano de Informação LEADER 2020

Rede LEADER 2020: Qualificar, Cooperar, Comunicar

LEADER DLBC em Portugal e na Europa

JER | Jovem Empresário Rural - Cultivar Ideias, Dinamizar o Espaço Rural

Agricultura Familiar: Conhecimento, Organização e Linhas Estratégicas

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





SICLIK.COM.S8V2.MINHATERRA.PT.4