Acerca da Minha Terra
Área de Associados

Património, pessoas e território no Convento de Santa Maria de Semide

2017-09-05

No âmbito das Jornadas Europeias do Património, o CEARTE – Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património, a DGDR – Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e a Câmara Municipal de Mirando do Corvo vão produzir, no dia 22 de setembro, no Convento de Santa Maria de Semide, em Mirando do Corvo, um dia dedicado ao artesanato e ao património natural.

É um convite a uma reflexão que quer integrar vários tipos de património – o património material imóvel edificado religioso (visita ao Convento e Igreja de Santa Maria de Semide), o património material móvel (visita à Exposição de Artesanato “Saberes do Passado/Património do Futuro”), património imaterial (representado pelos saberes tradicionais incorporados nas peças artesanais ou nas receitas antigas que estão na base da confeção das iguarias do nosso momento de degustação gastronómica) e, por fim, o património natural, cujo esplendor circunda o Convento, e que urge preservar e valorizar.

A conferência com dois painéis – “Boas práticas de intervenção no património cultural e natural” e “Estratégias e medidas de apoio ao património cultural e natural” –, vai marcar este dia nas jornadas europeias do património.

A manhã começa pela receção dos participantes na Sala dos Atos do Convento de Santa Maria de Semide, seguida do primeiro painel com as intervenções do ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, da DGADR, do CEARTE, das Aldeias de Xisto e da DUECEIRA – Associação de Desenvolvimento do Ceira e Dueça.

O CEARTE oferece o almoço, confeccionado e servido pelos alunos dos cursos de restauração. No menu do “Património à mesa”, instalado no refeitório do Mosteiro de Santa Maria de Semide, a ‘entrada’ vai estar a cargo da Confraria da Chanfana da Cabra Velha de Miranda do Corvo.

O painel “Estratégias e Medidas de Apoio ao Património Natural e Cultural” vai ter como oradores representantes da Direção Regional de Cultura do Centro, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) Centro, da Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra e da Entidade Turismo Centro de Portugal.

Após o fecho da conferência, os participantes vão ser convidados para uma visita guiada à exposição “Saberes do Passado/património do futuro”, ao Convento e à Igreja de Santa Maria de Semide.

Para saber mais, consulte o programa (provisório) em anexo.

Cooperação LEADER

COOPLEADER.JPG

Edição da DGADR e Minha Terra, publicada no âmbito do projeto Territórios em Rede II, com o apoio do Programa para a Rede Rural Nacional.

Terra Viva

 

 I16-MTX1.JPG

O programa “Terra Viva”, emitido pela TSF em 2011 e em 2014, reforça a aposta de comunicação da MINHA TERRA, divulgando e promovendo iniciativas de desenvolvimento local, em meio rural.

 

Territórios em Rede

TR07MAI2013.JPG

Territórios em Rede é a revista da Cooperação LEADER, editada no âmbito do projeto Territórios Rurais em Rede - financiado pelo Programa para a Rede Rural Nacional.

3 Projetos LEADER

3PROJETOSLEADER0910.JPG

A publicação “3 Projetos LEADER” dá a conhecer projetos apoiados no âmbito daAbordagem LEADER nos Programas de Desenvolvimento Rural do Continente (PRODER), Açores (PRORURAL) e Madeira (PRODERAM). 





Newsletter

Plano de Informação LEADER 2020

I17-LOGOXLEADER2020.JPG

Pessoas e Lugares

I1-PL18JUN2015.JPG

O jornal Pessoas e Lugares é um projeto editorial e de comunicação da MINHA TERRA dedicado ao LEADER.

Minha Terra no Facebook

I5-I5-FB.JPG

Bolsa de Terras

I8-BOLSAXTERRAS.JPG

A Federação Minha Terra e 35 ADL associadas parceiras estão autorizadas para a prática de atos de gestão operacional (GeOP) da Bolsa de Terras.

Receitas e Sabores dos Territórios Rurais

 

 I15-LIVROX7MG.JPG 

O livro “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Federação Minha Terra, compila e ilustra 245 receitas da gastronomia local de 40 territórios rurais, do Entre Douro e Minho ao Algarve.





SICLIK.COM.S8V2.MINHATERRA.PT.4